Radio Atlântida

quinta, 14 março 2019 10:12

Hospital de Ponta Delgada registou 119 doentes com problemas renais em 2018

Em 2018, o Hospital Divino Espírito Santo, em Ponta Delgada, teve 119 doentes com problemas renais, sendo que 91 estavam a fazer hemodiálise e 28 diálise peritoneal. Os dados foram avançados, à Atlântida, em pleno Dia Mundial do Rim, pelo Diretor do Serviço de Nefrologia, daquela unidade hospitalar. 

 

João Esteves revelou, ainda, que há, atualmente, 17 doentes a aguardar transplante, havendo cerca de seis em estudo. O especialista afirmou que o ano passado seis conseguiram transplante e, este ano, um doente. 

 

“A fazer hemodiálise havia 91 e 28 a fazer diálise peritoneal, um total de 119 doentes”, revelou o responsável. João Esteves adiantou que “atualmente, em lista ativa, estão 17 doentes a aguardar transplante”, acrescentando que “há mais cinco ou seis em estudo”. O médico disse, ainda, que “o ano passado conseguimos transplantar seis doentes e, este ano, só um”, referindo que “num universo de 119 doentes, só seis é que foram transplantados”. 

  

O médico adiantou que há mais homens que mulheres a apresentarem problemas nos rins, embora na hemodiálise haja mais homens e na diálise peritoneal existe mais mulheres. Quanto a idades, o especialista diz que os doentes em diálise peritoneal têm em média cerca de 55 anos, enquanto na hemodiálise 60. 

 

Hipertensão arterial, diabetes, obesidade, idade e iliteracia são os principais fatores de risco. João Esteves afirma que cerca de 60% dos doentes tem hipertensão arterial ou diabetes. 

 

O médico diz que os cuidados começam com a educação, principalmente nas camadas mais jovens, educando-as a terem uma vida saudável, uma boa alimentação e atividade física, adiantando que “60% dos doentes tem causas evitáveis e cerca de 10 a 15% prendem-se com causas renais, que são transmitidas geneticamente ou são consequências incontroláveis de outro tipo de doença infeciosa ou não”. 

 

Questionado se a população está mais sensibilizada para a prevenção, o especialista afirma que “nem por isso, porque a incidência e a prevalência tem vindo a aumentar todos os anos, havendo um aumento de 3 a 4% de doentes em tratamento”, frisou o médico. João Esteves acrescentou que “a idade e a morbilidade, também, tem aumentado e, ainda, não atingimos a estabilidade”. O médico diz que “a política de saúde não tem dado os resultados esperados, em controlar a hipertensão e a diabetes, com a finalidade de evitar a insuficiência renal”.

 

“Saúde Renal para Todos em Qualquer Lugar” é o tema da campanha deste ano da Sociedade Portuguesa de Nefrologia e que está focada no peso da doença renal na população, a necessidade do acesso aos cuidados de saúde e a importância da prevenção.

 

Estima-se que 850 milhões de pessoas em todo o mundo apresentem doenças renais de várias causas.

 

Em Portugal a prevalência de doentes sob tratamento substitutivo da função renal tem vindo a aumentar anualmente e a incidência de doentes em diálise é das mais elevadas da Europa.

 

Informação Adicional

  • Fonte: Rádio Atlântida
 

 

Destaques

  • 1
  • 2
  • 3
 

Top Atlântida

1. MAROON 5
Girls Like You
2. DAVID GUETTA feat. SIA
Flames
3. IMAGINE DRAGONS
Natural
4. LADY GAGA feat. BRADLEY COOPER
Shallow
5. CALVIN HARRIS feat. SAM SMITH
Promises
6. CHEAT CODES feat. LITTLE MIX
Only You
7. LAUV
I like me better
8. TOM WALKER
Leave a light on
9. FREYA RIDINGS
Lost Without You
10. VITOR KLEY
O Sol

Últimas Notícias

 

Live Cam

Inquérito Atlântida

Já alguma vez doou sangue?

 

Pedido de Informações:

Contactos:

  (+351) 296201910
    (+351) 917209720
    (+351) 963232222
  geral@radioatlantida.net

Morada:

Rua Bento José Morais
nº23, Andar: 5º Sul
9500-772 Ponta Delgada
São Miguel – Açores