Radio Atlântida

quinta, 08 novembro 2018 15:21

João Ponte destaca relevância do PRORURAL+ para o desenvolvimento dos territórios dos Grupos de Ação Local

O Secretário Regional da Agricultura e Florestas destacou hoje, na Horta, a importância das verbas do PRORURAL+ para o contínuo desenvolvimento dos territórios a cargo dos Grupos de Ação Local (GAL), desafiando-os a prosseguir o esforço para melhorar a taxa de execução já alcançada.

 

“Os fundos comunitários, nomeadamente os do PRORURAL+, são fundamentais para os GAL prosseguirem o trabalho de desenvolvimento e capacitação dos territórios sob a sua gestão, desenvolver a economia local e dar melhores condições de vida às pessoas que ali vivem”, afirmou João Ponte, em declarações à margem de uma reunião com os Grupos de Ação Local.

 

João Ponte adiantou que a taxa de compromisso de projetos de iniciativa dos GAL, no âmbito do PRORURAL+, atinge os 75%, o que dá nota da adesão por parte das instituições públicas e privadas, e das empresas, embora a despesa pública executada ainda represente uma percentagem reduzida, comparativamente à média global do PRORURAL+.

 

“Temos que nos focar na melhoria da taxa de execução, que não atinge os 30%, quando a média global do PRORURAL+ atinge os 53%”, frisou.

 

Nos Açores existem quatro Grupos de Ação Local, nomeadamente Adeliaçor, ASDEPR, ARDE e GRATER.

 

O titular da pasta da Agricultura adiantou que já foram aprovadas 229 candidaturas na medida 19, LEADER, do PRORURAL+, que representam um investimento de 19,3 milhões de euros e uma despesa pública de 16,5 milhões de euros.

 

Por outro lado, salientou a boa taxa de execução global do PRORURAL+, que atingiu em outubro cerca de 53%, sendo a taxa de compromisso de 81,3%.

 

“Continuamos a ter na Região das taxas de execução mais elevadas no âmbito do Programa de Desenvolvimento Rural PORTUGAL 2014 – 2020, que é composto por 15 programas operacionais”, afirmou João Ponte, acrescentando que isso é “bem revelador do sucesso e importância do PRORURAL+ para o rejuvenescimento do setor agrícola açoriano, para a modernização das explorações agrícolas e da agroindústria, para a criação de emprego e para a melhoria da competitividade da agricultura”.

 

O Secretário Regional frisou que, à semelhança dos anteriores quadros, a plena execução das verbas disponíveis é fundamental para se poder preparar e estruturar a agricultura nos Açores para dar resposta positiva às novas exigências nos próximos anos.

 

“Ter uma agricultura mais competitiva significa ter uma economia mais forte, capaz de criar emprego e gerar riqueza”, salientou João Ponte.

Informação Adicional

  • Fonte: Gacs
 

 

Destaques

  • 1
  • 2
  • 3
 

Top Atlântida

1. MAROON 5
Girls Like You
2. DAVID GUETTA feat. SIA
Flames
3. IMAGINE DRAGONS
Natural
4. LADY GAGA feat. BRADLEY COOPER
Shallow
5. CALVIN HARRIS feat. SAM SMITH
Promises
6. CHEAT CODES feat. LITTLE MIX
Only You
7. LAUV
I like me better
8. TOM WALKER
Leave a light on
9. FREYA RIDINGS
Lost Without You
10. VITOR KLEY
O Sol

Últimas Notícias

 

Live Cam

Inquérito Atlântida

Já alguma vez doou sangue?

 

Pedido de Informações:

Contactos:

  (+351) 296201910
    (+351) 917209720
    (+351) 963232222
  geral@radioatlantida.net

Morada:

Rua Bento José Morais
nº23, Andar: 5º Sul
9500-772 Ponta Delgada
São Miguel – Açores