Radio Atlântida

quarta, 07 novembro 2018 19:29

Mais e melhores serviços sociais, qualificação e garantia do acesso à habitação são as grandes apostas para 2019, frisa Andreia Cardoso

A Secretária Regional da Solidariedade Social afirmou hoje, na Horta, que os principais objetivos do Governo dos Açores para 2019 na área social passam por reforçar, ampliar e qualificar a rede de serviços sociais na Região, formar os profissionais da área e promover o acesso à habitação dos públicos mais vulneráveis.

 

Andreia Cardoso, em declarações aos jornalistas na Assembleia Legislativa, no final das audições sobre as propostas de Plano e Orçamento para 2019, salientou que este Plano “assegura a manutenção do trabalho" que tem vindo a ser feito ao nível da "consolidação da rede de equipamentos e serviços sociais nos Açores”.

 

Num primeiro plano, adiantou a Secretária Regional, está a “remodelação e criação de novos equipamentos e serviços sociais, que “vê neste Plano assegurada a sua continuidade”.

 

Já num segundo plano, destacou que a aposta vai para “a garantia da formação dos trabalhadores das IPSS e Misericórdias dos Açores”, processo que já teve início nas áreas de intervenção dedicadas à Infância e Juventude e à Terceira Idade e que agora avança para o treino dos profissionais que desenvolvem a sua atividade na área da Deficiência.

 

Para Andreia Cardoso, o apoio ao público com necessidades especiais é um eixo importante, frisando que, em 2019, um dos grandes objetivos passa pela inserção socioprofissional das pessoas com deficiência, um trabalho “fundamental” e a desenvolver em parceria com as IPSS dos Açores.

 

A consolidação da rede, referiu a Secretária Regional, passa ainda por uma terceira via, que se materializa no trabalho desenvolvido no progressivo ajustamento do modelo de financiamento das instituições sociais, estando, neste momento, em curso a revisão dos valores padrão das respostas de creche, jardim de infância e centro de atividades de tempos livres.

 

Outra das prioridades em matéria de Solidariedade é a manutenção de um conjunto de apoios específicos do Governo Regional, “que dizem respeito ao reforço do rendimento das famílias, designadamente o complemento regional de pensão, complemento regional ao abono de família, o CEDO [Complemento Especial para o Doente Oncológico] e o apoio às propinas”, acrescentou.

 

Em matéria de Habitação, são duas as principais linhas de ação, revelou a Secretária Regional, adiantando que uma é a manutenção do programa Incentivo ao Arrendamento, destinado a salvaguardar o acesso das famílias mais vulneráveis a uma habitação.

 

Numa segunda vertente, e como resposta às transformações que o mercado de arrendamento tem sofrido, salientou que o Executivo açoriano reconhece ser “fundamental encontrar mecanismos alternativos que garantam o acesso à habitação, designadamente no mercado de arrendamento de longa duração”, estando a preparar iniciativas legislativas que incentivem a reabilitação de imóveis que venham a integrar o mercado de arrendamento.

 

A proposta de Plano para 2019 contempla 45,5 milhões de euros para a Solidariedade Social.

Informação Adicional

  • Fonte: Gacs
 

 

Destaques

  • 1
  • 2
  • 3
 

Top Atlântida

1. MAROON 5
Girls Like You
2. DAVID GUETTA feat. SIA
Flames
3. IMAGINE DRAGONS
Natural
4. LADY GAGA feat. BRADLEY COOPER
Shallow
5. CALVIN HARRIS feat. SAM SMITH
Promises
6. CHEAT CODES feat. LITTLE MIX
Only You
7. LAUV
I like me better
8. TOM WALKER
Leave a light on
9. FREYA RIDINGS
Lost Without You
10. VITOR KLEY
O Sol

Últimas Notícias

 

Live Cam

Inquérito Atlântida

Já alguma vez doou sangue?

 

Pedido de Informações:

Contactos:

  (+351) 296201910
    (+351) 917209720
    (+351) 963232222
  geral@radioatlantida.net

Morada:

Rua Bento José Morais
nº23, Andar: 5º Sul
9500-772 Ponta Delgada
São Miguel – Açores