Radio Atlântida

segunda, 10 setembro 2018 15:45

Prioridades dos parceiros sociais confirmam novo ciclo de desenvolvimento e crescimento dos Açores

O Vice-Presidente do Governo destacou hoje, em Ponta Delgada, que as prioridades dos parceiros sociais confirmam o "novo ciclo de desenvolvimento e crescimento” dos Açores, frisando que esta nova fase traz também “novos desafios”.

 

“Se, no passado, se discutia o crescimento do desemprego e o problema do desemprego, neste momento já discutimos a qualidade do emprego. Evidentemente, a qualidade do emprego é uma nova etapa neste ciclo de desenvolvimento”, afirmou Sérgio Ávila, acrescentando que “essa prioridade é para mais, mas, particularmente, para melhor emprego”, mais estável, mais bem remunerado, que se deverá também traduzir em maior estabilidade laboral.

 

Sérgio Ávila falava no final de uma ronda de auscultações, por iniciativa do Presidente do Governo, Vasco Cordeiro, aos parceiros sociais, tendo em vista a elaboração das propostas de Plano e de Orçamento para o próximo ano.

 

Assim, e tendo em consideração as preocupações dos parceiros sociais, o titular da pasta do Emprego e das Finanças sublinhou que as políticas do Governo dos Açores vão “no sentido de intensificar o crescimento do rendimento disponível”.

  

“Quando, no passado, havia uma redução por via do consumo, neste momento, o que assistimos é à discussão sobre a intensidade do crescimento do rendimento das famílias e dos aumentos remuneratórios”, frisou o Vice-Presidente, realçando que as questões que hoje são colocadas significam “novos desafios, tendo em conta que estamos perante uma nova realidade, claramente mais positiva”.

 

Em declarações aos jornalistas, o Vice-Presidente do Governo reiterou ainda o aumento “consistente e progressivo” dos rendimentos dos trabalhadores da função pública, que se tem vindo a verificar nos últimos três anos e que vai continuar no próximo ano, através de um efeito cumulativo.

 

Sérgio Ávila salientou que o efeito cumulativo tem a ver com a redução fiscal e o fim da sobretaxa em sede de IRS, bem como das valorizações remuneratórias e progressões das carreiras, que deverão, neste e no próximo ano, representar o crescimento médio das remunerações superior a 5%.

 

“Existe aqui uma recuperação dos rendimentos e um crescimento real das remunerações, e isso tem-se refletido no aumento do consumo”, disse Sérgio Ávila, assegurando que “os impostos sobre a remuneração do trabalho são os mais baixos desde sempre na história da Região, em termos de diferencial fiscal”.

 

“Foi essa a prioridade que assumimos, ou seja, garantir que o rendimento do trabalho beneficiasse ainda mais do que existia antes”, salientou lembrando, relativamente ao IVA, que os Açores gozam da segunda taxa mais baixa da União Europeia.

Informação Adicional

  • Fonte: Gacs
 

 

Destaques

  • 1
  • 2
  • 3
 

Top Atlântida

1. TOM WALKER
Leave a Light On
2. CALVIN HARRIS feat. SAM SMITH
Promises
3. DAVID GUETTA feat. SIA
Flames
4. MAROON 5
Girls Like You
5. ZEDD feat. MAREN MORRIS & GREY
The Middle
6. FREYA RIDINGS
Lost Without You
7. L'ARTISTE feat. CAROLIINA
Mafiosa
8. JUICE WRLD
Lucid Dreams
9. JESS GLYNNE
All I Am
10. RUDIMENTAL feat. JESS GLYNNE, MACKLEMORE & DAN CAPLEN
These Days

Últimas Notícias

 

Live Cam

Inquérito Atlântida

Já alguma vez doou sangue?

 

Pedido de Informações:

Contactos:

  (+351) 296201910
    (+351) 917209720
    (+351) 963232222
  geral@radioatlantida.net

Morada:

Rua Bento José Morais
nº23, Andar: 5º Sul
9500-772 Ponta Delgada
São Miguel – Açores