Radio Atlântida

quarta, 11 julho 2018 14:16

Está a ser preparada primeira parceria entre cientistas e pescadores para aferir sustentabilidade de apanha de algas, afirma Gui Menezes

Está a ser preparada primeira parceria entre cientistas e pescadores para aferir sustentabilidade de apanha de algas, afirma Gui Menezes Gacs

O Secretário Regional do Mar, Ciência e Tecnologia disse hoje que está a ser preparada uma parceria entre a Associação de Pescadores Graciosenses e a Universidade dos Açores para a realização de um estudo científico mais detalhado sobre a sustentabilidade da apanha de algas nos Açores, salientando que a associação foi a “impulsionadora desta atividade”.

 

Gui Menezes adiantou que o objetivo é “perceber que níveis de captura de algas" é possível ter em cada ilha a fim de "manter a sustentabilidade” deste recurso.

 

Este projeto científico irá realizar-se no âmbito do novo regime de apoio do Fundo Europeu dos Assuntos Marítimos e das Pescas (FEAMP) que o Governo dos Açores lançou no final de maio com o objetivo de acelerar a transferência de conhecimento entre cientistas e pescadores, de modo “a promover uma pesca mais sustentável” no arquipélago.

 

  

O Secretário Regional, que falava no âmbito de um encontro com os pescadores graciosenses, adiantou que está a ser preparada uma portaria para impor totais admissíveis de captura (TAC) a outras espécies demersais, além do goraz, como o boca negra ou o congro, “permitindo uma gestão mais adequada destes recursos”.

 

“Estes TAC terão em conta os níveis de captura atuais destas espécies”, assegurou o governante, adiantando que “está discussão um novo regulamento para o método de pesca à linha, estando também a ser preparada legislação para alargar a obrigatoriedade da instalação do sistema AIS (Automatic Identification System)”.

 

Toda esta legislação, que será posta à discussão do setor até ao final do ano, tem como “principal objetivo garantir a sustentabilidade da pesca nos Açores, afirmou Gui Menezes.

 

O Secretário Regional referiu ainda que se prevê um aumento da quota do goraz na Região em cerca de 10% para o próximo ano, sendo aplicada a mesma chave de repartição.

 

O goraz é uma das pescarias mais importantes para os pescadores graciosenses, sendo que a primeira venda em lota já rendeu este ano mais 40% do que no período homólogo de 2017.

 

Na ilha Graciosa, o goraz rendeu este ano mais de 466 mil euros, o que significa, segundo Gui Menezes, que “o importante é fazer uma boa gestão dos recursos”.

 

O Secretário Regional comunicou ainda aos pescadores que “há boas notícias para o setor” na Região no que respeita ao próximo Quadro Comunitário de Apoio, dado a proposta da Comissão Europeia prevê que as Regiões Ultraperiféricas vão manter uma verba de 73 milhões de euros.

 

Gui Menezes procedeu ainda à entrega de diplomas aos formandos que concluíram os cursos de Pescador, Arrais de Pesca Local e Arrais de Pesca ministrados este ano na Graciosa, que contaram com três dezenas de inscritos.

Informação Adicional

  • Fonte: Gacs
 

 

Destaques

  • 1
  • 2
  • 3
 

Top Atlântida

1. ARIANA GRANDE
No tears left to cry
2. SHAWN MENDES
In my blood
3. DAVID GUETTA feat. SIA
Flames
4. JESS GLYNE
I'll be there
5. LIAM PAYNE feat. J. BALVIN
Familiar
6. MARSHMELLO feat. ANNE-MARIE
Friends
7. BEBE REXHA feat. FLORIDA GEORGIA LINE
Meant to be
8. CAMILA CABELLO
Never be the Same
9. JAMES BAY
Wild Love
10. ZAYN
Let Me

Últimas Notícias

 

Live Cam

Inquérito Atlântida

Já alguma vez doou sangue?

 

Pedido de Informações:

Contactos:

  (+351) 296201910
    (+351) 917209720
    (+351) 963232222
  geral@radioatlantida.net

Morada:

Rua Bento José Morais
nº23, Andar: 5º Sul
9500-772 Ponta Delgada
São Miguel – Açores