Radio Atlântida

quinta, 14 junho 2018 09:31

Hospital de Ponta Delgada recebeu, este ano, 953 dádivas de sangue 

Nos primeiros meses de 2018, inscreveram-se no Serviço de Hematologia do hospital Divino Espírito Santo, em Ponta Delgada, 1200 dadores. Destes, 953 efetuaram dádivas. A informação foi avançada, à Atlântida, pela diretora do Serviço de Hematologia daquela unidade de saúde.

Cristina Fraga adiantou, ainda, que, em 2017, inscreveram-se naquela unidade 3.000 dadores, sendo apenas efetuadas cerca de 2.000 dádivas, lamentando que não conseguiram atingir a meta das 3.900 dádivas por ano.

 

“Dos dados, por exemplo, do ano passado, tinhamos 3.000 inscrições de dadores que se deslocaram [ao serviço de hematologia], mas que por diversos motivos não efetuaram dádivas, porque passam por uma triagem clínica e tivemos cerca de 2.000 dádivas”, revelou a diretora daquele serviço. Cristina Fraga salientou, ainda, que “temos registos que, desde 2002, 45.000 pessoas se deslocaram ao serviço e se inscreveram para dadores de sangue”, acrescentando que “na ilha de São Miguel temos cerca de 137.000 habitantes e, portanto, se tivessemos 3% da população a doar sangue anualmente, que é o número que a OMS [Organização Mundial de Saúde] recomendaria, teríamos cerca de 3.900 dádivas por ano, mas não conseguimos atingir este objetivo”.

 

A especialista, que falava em pleno Dia Mundial do Dador de Sangue, referiu que mais de 50% dos inscritos são homens, entre os 25 e os 44 anos, apesar de se estar a verificar um aumento da adesão por parte do sexo feminino e de jovens entre os 18 e os 25 anos. Cristina Fraga revelou que, no ano transato, no total, tiveram 1262 homens inscritos e 679 mulheres.

 

Para que haja uma maior adesão, a diretora do Serviço de Hematologia do maior hospital açoriano frisou que será necessário realizar campanhas de sensibilização de promoção à dádiva nas escolas e nos locais de trabalho, apesar de fazerem isso, através das brigadas. Cristina Fraga diz, ainda, que se devia entrevistar os dadores, de forma a “desmistificarem o medo da dádiva de sangue”.

 

Ter mais de 18 anos, pesar mais de 50 kg, ter hábitos saudáveis e ter vontade são alguns dos requisitos para doar sangue.

 

No âmbito do Dia Mundial do Dador de Sangue, Cristina Fraga deixa uma mensagem.

 

“Agradecer a todos os que têm colaborado com o serviço de hematologia, os dadores anónimos que se deslocam ao serviço e aos das brigadas, não só, aqui, na ilha São Miguel, mas, também, na ilha de Santa Maria, ajudando e salvando vidas ao longo destes anos”, disse Cristina Fraga. A diretora do Serviço de Hematologia apelou a todos os que ainda não são dadores para que “pensem um pouco nos outros, que podem salvar vidas, fazer a diferença de uma forma anónima e deslocarem-se ao serviço e terem a noção que há pessoas que necessitam do sangue, porque o sangue não é fabricado”, tendo acrescentado que “são 20 a 30 minutos na vida de uma pessoa que fazem uma grande diferença na vida da outra pessoa que precisa”.

 

Para assinalar este dia, o Serviço de Hematologia do hospital de Ponta Delgada tem agendado, para hoje, uma dádiva de sangue e inscrição no registo português de dadores de medula óssea, no Teatro Ribeiragrandense, entre as 9h00 e as 13h00, no concelho da Ribeira Grande.

Informação Adicional

  • Fonte: Rádio Atlântida
 

 

Destaques

  • 1
  • 2
  • 3
 

Top Atlântida

1. DAVID GUETTA feat. SIA
Flames
2. IMAGINE DRAGONS
Natural
3. MAROON 5
Girls Like You
4. LADY GAGA feat. BRADLEY COOPER
Shallow
5. TOM WALKER
Leave a Light On
6. CALVIN HARRIS feat. SAM SMITH
Promises
7. LAUV
I like me better
8. ANNE MARIE
2002
9. GEORGE EZRA
Shotgun
10. CHEAT CODES feat. LITTLE MIX
Only You

Últimas Notícias

 

Live Cam

Inquérito Atlântida

Já alguma vez doou sangue?

 

Pedido de Informações:

Contactos:

  (+351) 296201910
    (+351) 917209720
    (+351) 963232222
  geral@radioatlantida.net

Morada:

Rua Bento José Morais
nº23, Andar: 5º Sul
9500-772 Ponta Delgada
São Miguel – Açores