Radio Atlântida

quinta, 17 maio 2018 11:26

Comité das Regiões aprova propostas dos Açores sobre pescas e florestas

O Comité das Regiões recomendou à União Europeia, sob proposta do Governo dos Açores, a revisão e melhoria das condições de aplicação do Fundo Europeu dos Assuntos Marítimos e das Pescas (FEAMP) nas Regiões Ultraperiféricas, em matéria de elegibilidades, taxas de cofinanciamento  e intensidade das ajudas.

 

O Secretário Regional Adjunto da Presidência para as Relações Externas, que falava, em Bruxelas, após a votação do parecer do Comité das Regiões sobre ‘O FEAMP após 2020 - Investir nas comunidades costeiras da Europa’, manifestou satisfação com a aprovação da proposta, considerando-a de “grande relevância” para os Açores e para as Regiões Ultraperiféricas (RUP).

 

Para Rui Bettencourt, a situação específica das RUP deve merecer “uma atenção particular” no quadro do próximo Regulamento do FEAMP.

 

  

A proposta agora aprovada defende ainda o reforço dos apoios no âmbito dos planos de compensação dos custos suplementares para os produtos da pesca e da aquicultura aplicáveis nas RUP, bem como que estes passem a ter “regras de execução equiparáveis às aplicadas a apoios semelhantes concedidos ao setor agrícola”, contribuindo assim para a viabilidade económica dos operadores destas regiões.

 

Por indicação dos Açores, o Comité das Regiões aprovou também outras propostas de alteração apresentadas pelo Executivo regional, nomeadamente ao parecer sobre a ‘Revisão Intercalar da Estratégia da UE para as Florestas’.

 

Relativamente a este parecer, o Governo dos Açores propôs “especial atenção” ao apoio ao desenvolvimento económico dos agentes da fileira da floresta nas Regiões Ultraperiféricas, que consideram ser ainda “incipiente”, pelo que a estratégia da UE para a floresta “deve identificar oportunidades e vantagens comparativas sobre as quais cada RUP pode construir uma estratégia propícia a um crescimento mais autónomo e mais autossuficiente”.

 

Outra das propostas agora aprovadas diz respeito à reflorestação e reconversão florestal para o ordenamento e gestão das florestas, por se entender que, em algumas regiões, “os processos de regeneração natural poderão não ser suficientes para se garantir o sucesso da reflorestação e poderá ser necessária a reconversão florestal”.

 

Ainda sobre este assunto, outras duas propostas apresentadas pelos Açores e aprovadas na reunião plenária do Comité das Regiões defendem que sejam consideradas as “especificidades regionais” para que “uma estratégia bem sucedida e a longo prazo” permita tornar até 90% das florestas europeias naturais ou seminaturais, além da “promoção da criação de novos espaços de floresta através de iniciativas públicas ou privadas e com o apoio da UE”, por considerarem que “não existem medidas de apoio que cofinanciem esses projetos de uma forma sustentável”.

 

O Governo dos Açores conseguiu, desta forma, introduzir alterações a estes dois documentos deste órgão consultivo das instituições europeias, chamando a atenção para a situação particular das Regiões Ultraperiféricas e, neste caso, dos Açores, quer na área das pescas, quer na área das florestas.

Informação Adicional

  • Fonte: Gacs
 

 

Destaques

  • 1
  • 2
  • 3
 

Top Atlântida

1. ARIANA GRANDE
No tears left to cry
2. SHAWN MENDES
In my blood
3. DAVID GUETTA feat. SIA
Flames
4. JESS GLYNE
I'll be there
5. LIAM PAYNE feat. J. BALVIN
Familiar
6. MARSHMELLO feat. ANNE-MARIE
Friends
7. BEBE REXHA feat. FLORIDA GEORGIA LINE
Meant to be
8. CAMILA CABELLO
Never be the Same
9. JAMES BAY
Wild Love
10. ZAYN
Let Me

Últimas Notícias

 

Live Cam

Inquérito Atlântida

Já alguma vez doou sangue?

 

Pedido de Informações:

Contactos:

  (+351) 296201910
    (+351) 917209720
    (+351) 963232222
  geral@radioatlantida.net

Morada:

Rua Bento José Morais
nº23, Andar: 5º Sul
9500-772 Ponta Delgada
São Miguel – Açores