Radio Atlântida

terça, 15 maio 2018 14:53

Balneários das praias das Milícias e Pópulo e dos Poços de São Vicente/Capelas abrem no início de junho

Balneários das praias das Milícias e Pópulo e dos Poços de São Vicente/Capelas abrem no início de junho Gacs

Os balneários das praias das Milícias (São Roque) e do Pópulo (Livramento), assim como dos Poços de São Vicente/Capelas, abrirão já a partir de 1 de junho, assim permanecendo até 30 de setembro.

No Forno da Cal,  os balneários abrirão entre 19 de junho e 30 de setembro.

 

A antecipação da abertura destas infraestruturas vem corresponder às inúmeras solicitações que têm chegado à Câmara Municipal de Ponta Delgada, por parte dos banhistas que começam a fazer praia muito mais cedo do que em anos anteriores.

  

Saliente-se que a época balnear, nas praias das Milícias e do Pópulo começa já no próximo dia 10 de junho, assim se mantendo até 15 de setembro.

 

No caso nos Poços São Vicente/Capelas, será de 10 de junho a 15 de setembro e da Zona Balnear do Forno da Cal de 19 de julho a 31 de agosto.

 

Já nos Poços Sul dos Mosteiros e na praia da mesma freguesia, a época balnear tem início a 1 de julho, terminando a 31 de agosto.

 

Com a abertura oficial da época balnear nas zonas acima mencionadas, passam, também, a ser prestados serviços de assistência e vigilância a banhistas.

 

Refira-se que, este ano, no concelho de Ponta Delgada, conseguiram o galardão da Bandeira Azul a Zona Balnear do Forno da Cal, Poços de São Vicente/Capelas, Poças Sul dos Mosteiros e praias das Milícias e Pópulo.

 

O programa Bandeira Azul 2018 é subordinado ao tema “O Mar que Respiramos”, uma vez que, 50% do dióxido de carbono lançado na atmosfera é absorvido pelos oceanos e 70% do oxigénio da Terra é produzido pelo plâncton marinho. O papel das florestas marinhas é fundamental, uma vez que são as algas mais pequenas que nos dão o ar que respiramos.

 

Está comprovado que 80% da poluição marinha resulta de atividades terrestres. O plástico que se acumula nos oceanos e se deposita no fundo, por exemplo, é um registo das más praticas ambientais do Homem nos últimos anos.

 

Em 2018, o objetivo é despertar consciências para a influência que os oceanos exercem em todos os aspetos da vida no planeta, de que forma afetam e são afetados pelas alterações climáticas e o que isso significa a longo prazo.

 

Outro dos objetivos é demonstrar a ligação existente entre ecossistemas terrestres e marinhos e como a vida no mar está tão dependente de pequenos gestos em nossas casas.

 

A solução passa pela educação ambiental e pela adoção de comportamentos mais racionais e eficientes na utilização de recursos. Uma educação para a conservação, proteção e melhor gestão, que começa nas nossas florestas e termina no mar. Uma educação por uma sociedade de baixo carbono.

Informação Adicional

  • Fonte: Gacs
 

 

Destaques

  • 1
  • 2
  • 3
 

Top Atlântida

1. ARIANA GRANDE
No tears left to cry
2. SHAWN MENDES
In my blood
3. DAVID GUETTA feat. SIA
Flames
4. JESS GLYNE
I'll be there
5. LIAM PAYNE feat. J. BALVIN
Familiar
6. MARSHMELLO feat. ANNE-MARIE
Friends
7. BEBE REXHA feat. FLORIDA GEORGIA LINE
Meant to be
8. CAMILA CABELLO
Never be the Same
9. JAMES BAY
Wild Love
10. ZAYN
Let Me

Últimas Notícias

 

Live Cam

Inquérito Atlântida

Já alguma vez doou sangue?

 

Pedido de Informações:

Contactos:

  (+351) 296201910
    (+351) 917209720
    (+351) 963232222
  geral@radioatlantida.net

Morada:

Rua Bento José Morais
nº23, Andar: 5º Sul
9500-772 Ponta Delgada
São Miguel – Açores