Imprimir esta página
segunda, 14 maio 2018 15:11

Altice Portugal anuncia vários investimentos nos Açores

Altice Portugal anuncia vários investimentos nos Açores Gacs

Alargamento da rede de fibra ótica, modernização da rede móvel e dos cabos submarinos são os investimentos que a Altice Portugal vai realizar nos Açores.

 

O anúncio foi feito, esta segunda-feira, por Alexandre Fonseca, presidente executivo daquela empresa de telecomunicações, após ter sido recebido em audiência pelo Presidente do Governo Regional dos Açores.

 

“Aquilo que será mais sentido pelo consumidor e pelo cidadão, diretamente, tem a ver com os investimentos nas redes”, afirmou o responsável. Alexandre Fonseca referiu que “a rede de fibra ótica da Altice Portugal já cobre cerca de 65% da população açoriana, mas vamos, durante os próximos 18 meses, alargar essa cobertura, o que significa que, até ao final de 2019, cerca de 100 mil lares açorianos, nas nove ilhas, terão acesso a fibra ótica”. O diretor executivo acrescentou, ainda, que “a rede móvel que temos vindo a modernizar nos últimos meses, e que vai continuar a ser modernizada, em particular, desta vez, com enfoque, nas ilhas de São Miguel e Terceira, mas através do alargamento da rede 4G, e, também, a expansão da  rede 4G +”. O responsável pela empresa de telecomunicações adiantou que “vamos anunciar, nestes dois dias em que vamos estar na Região Autónoma, um investimento de cerca de 3 milhões de euros nos cabos submarinos”.

  

Alexandre Fonseca afirmou que o primeiro dos investimentos, que tem a ver com o reforço da capacidade dos cabos inter-ilhas, já está a decorrer e ficará concluído na primeira metade de 2018 e do cabo Açores-Madeira que vai estar a decorrer até ao final deste ano. Em ambos os cabos haverá um alargamento de capacidade para mais 500 GB.

 

Inovação na área científica e tecnológica e intervenção social foram as outras iniciativas apresentadas pelo responsável.

 

Por seu turno, Vasco Cordeiro afirmou que estes investimentos vão ser importantes, não só para as melhorias do serviço prestado aos açorianos, mas, também, pela criação de novas oportunidades. 

 

“O Altice Labs é um aspeto, particularmente, importante e relevante para nós, quer no relacionamento que se estabelece com o NONAGON – Parque de Ciência e Tecnologia de São Miguel, quer com o projeto Terceira Tech Island”, referiu o chefe do executivo açoriano. Vasco Cordeiro acrescentou que “no fundo, esta visita dá, em relação àquela que é a melhoria das condições que atualmente existem de prestação de serviço, uma perspetiva presente, mas dá, sobretudo, em relação a essa componente dos Altice Labs, uma perspetiva de futuro e, no fundo, a criação, por essa via, das condições que possam, na nossa região, fomentar nas áreas das tecnologias, da informação e das telecomunicações a criação de emprego e a criação de riqueza”. 

 

Quanto aos cabos submarinos, o presidente do executivo regional frisou que “esta é uma matéria que nos preocupa e na qual o governo regional está a trabalhar e a diligenciar esforços, porque há um dado objetivo que é o prazo de vida útil dos cabos que, no início da próxima década, necessitarão uma abordagem de renovação”, salientando que é um trabalho que está a ser feito, como forma de “garantir o acesso a esse tipo de infraestruturas e serviços”. 

Informação Adicional

  • Fonte: Rádio Atlântida

Itens relacionados