Radio Atlântida

terça, 09 janeiro 2018 15:40

Governo Regional acompanha de perto processo para construção da nova fábrica da COFACO no Pico

O Secretário Regional do Mar, Ciência e Tecnologia adiantou hoje, em Ponta Delgada, que a candidatura da empresa COFACO a apoios comunitários para a construção de uma nova unidade fabril na ilha do Pico deu entrada a 20 de dezembro de 2017, afastando a hipótese de deslocalização.

 

Gui Menezes, questionado por jornalistas, afirmou que a Secretaria Regional que dirige “está em condições de avaliar o projeto”, acrescentando que essa avaliação será feita “o mais rapidamente possível", para que a fábrica "possa ser reconstruída e possa iniciar a laboração novamente na ilha do Pico”.

 

A obra de reconstrução da fábrica de processamento de atum na Madalena, no Pico, no mesmo local onde se encontra a atual, tem um prazo de 18 meses, sendo que a empresa optou por despedir a totalidade dos trabalhadores daquela unidade fabril, estando prevista a sua reintegração no futuro.

  

  

O Secretário Regional disse que, “de acordo com o que a COFACO transmitiu, os direitos dos trabalhadores serão garantidos”, referindo que “existem mecanismos de apoio nestas situações, dado que os trabalhadores não podiam estar no ativo [durante o período de obras]”.

 

Gui Menezes assegurou ainda que “os serviços competentes em matéria de trabalho, como a Inspeção Regional do Trabalho e a Direção Regional do Emprego, irão acompanhar os trabalhadores e estão disponíveis para apoiar os trabalhadores em tudo aquilo que for necessário”.

 

O Governo dos Açores já designou uma equipa tripartida de apoio aos trabalhadores da COFACO, com elementos da Inspeção do Trabalho e da Segurança Social, que será instalada nos serviços de Segurança Social da ilha do Pico.

 

Em declarações aos jornalistas, Gui Menezes afirmou que ainda não sabe se "todos os trabalhadores voltarão a ser integrados”, referindo que, “tratando-se de uma nova fábrica, há alterações tecnológicas que vão ocorrer”.

 

“A empresa transmitiu que a sua aposta novamente no Pico se devia muito à qualidade dos trabalhadores” daquela unidade no que respeita à laboração do atum, frisou o Secretário Regional, referindo que os trabalhadores serão readmitidos “pela sua qualidade e pela experiência adquirida”.

 

Gui Menezes afirmou ainda que “devemos enaltecer a aposta da COFACO em continuar no Açores, atendendo também a que estas empresas estão sujeitas a uma competitividade enorme e a custos de contexto nos Açores muito difíceis".

 

A COFACO submeteu o projeto para a construção da nova unidade fabril, que irá substituir a atual fábrica, com mais de 50 anos, a fundos comunitários no âmbito de uma portaria do FEAMP - Fundo Europeu para os Assuntos Marinhos e das Pescas, para apoios a investimentos na área da transformação de pescado.

 

Segundo Gui Menezes, o projeto apresentado, no valor de cerca de seis milhões de euros, “faz parte de uma alteração estratégica que a empresa quer ter nos Açores para se tornar mais competitiva”.

Informação Adicional

  • Fonte: Gacs
 

 

Destaques

  • 1
  • 2
  • 3
 

Top Atlântida

1. Filipe Frazão & Ricky Sky
Não vou ficar
2. Fernando Daniel
Espera
3. The Black Mamba
Stronger
4. Syro
Stay
5. Ivo Lucas
Amor Desleixado
6. Pedro Vicente
Sorriso Roubado
7. Caelum
Falta-me a Força
8. Anavitória feat. Diogo Piçarra
Trevo
9. David Carreira
Já não te sinto
10. Anjos
Para Longe

Últimas Notícias

 

Live Cam

Inquérito Atlântida

Já alguma vez doou sangue?

 

Pedido de Informações:

Contactos:

  (+351) 296201910
    (+351) 917209720
    (+351) 963232222
  geral@radioatlantida.net

Morada:

Rua Bento José Morais
nº23, Andar: 5º Sul
9500-772 Ponta Delgada
São Miguel – Açores