Radio Atlântida

quarta, 11 outubro 2017 15:10

Seis ilhas dos Açores sem aterros e lixeiras após conclusão da selagem dos aterros das Velas e da Calheta, prevista para 2018

Seis ilhas dos Açores sem aterros e lixeiras após conclusão da selagem dos aterros das Velas e da Calheta, prevista para 2018 Gacs

A Secretária Regional da Energia, Ambiente e Turismo assegurou hoje, em São Jorge, que seis das nove ilhas do arquipélago dos Açores ficarão sem aterros e lixeiras após a conclusão da selagem dos aterros das Velas e da Calheta, prevista para o primeiro semestre de 2018.

 

Marta Guerreiro falava, no âmbito da visita estatuária à ilha de São Jorge, após uma visita à obra de selagem do aterro das Velas, que decorre conjuntamente com a empreitada em curso na ilha do Faial.

 

O concurso público, no valor de 1,3 milhões de euros e com um prazo de execução de 210 dias, visa a selagem e a requalificação de duas lixeiras na ilha de São Jorge, através da implementação de sistemas de proteção ambiental e de monitorização.

 

Marta Guerreiro frisou que se termina um ciclo que “é o reflexo do investimento grande que o Governo dos Açores tem feito nesta matéria”, quer com obras de selagem e requalificação ambiental e paisagística de aterros e lixeiras em seis ilhas “que exigiram da Região um investimento bastante significativo de seis milhões de euros, quer através da construção do Centro de Processamento de Resíduos, num investimento global de 38 milhões de euros” nas sete ilhas menos populosas.

 

A titular da pasta do Ambiente referiu que, até há pouco tempo, existam algumas dezenas de aterros e lixeiras espalhadas por todas as ilhas, evidenciando agora “uma mudança de paradigma que permite cumprir com todas as regras que existem nesta matéria, nomeadamente a legislação europeia”.

 

A Secretária Regional assinalou que os resultados já são claros face ao intenso investimento do Governo dos Açores, acrescentando que, “excluindo a ilha de São Miguel, a maior do arquipélago, as restantes oito ilhas apenas enviaram para aterro cerca de 22% dos respetivos resíduos urbanos em 2016”.

 

Também no ano passado, sete das nove ilhas da Região promoveram “uma valorização de resíduos na ordem dos 50%, que também são metas que nos deixam bastante orgulhosos e que vão, precisamente, sendo o reflexo da política que tem vindo a ser desenvolvida na Região”, afirmou Marta Guerreiro.

 

De realçar ainda o exemplo da ilha das Flores, que atingiu o pleno da valorização (100%), e também o facto de, em breve, ser atingido o objetivo de 'aterro zero' em seis ilhas, com a existência de deposição de resíduos urbanos em aterros controlados apenas nas ilhas do Pico, Terceira e São Miguel.

Informação Adicional

  • Fonte: Gacs
 

 

Destaques

  • 1
  • 2
  • 3
 

Top Atlântida

1. Filipe Frazão & Ricky Sky
Não vou ficar
2. Fernando Daniel
Espera
3. The Black Mamba
Stronger
4. Syro
Stay
5. Ivo Lucas
Amor Desleixado
6. Pedro Vicente
Sorriso Roubado
7. Caelum
Falta-me a Força
8. Anavitória feat. Diogo Piçarra
Trevo
9. David Carreira
Já não te sinto
10. Anjos
Para Longe

Últimas Notícias

 

Live Cam

Inquérito Atlântida

Já alguma vez doou sangue?

 

Pedido de Informações:

Contactos:

  (+351) 296201910
    (+351) 917209720
    (+351) 963232222
  geral@radioatlantida.net

Morada:

Rua Bento José Morais
nº23, Andar: 5º Sul
9500-772 Ponta Delgada
São Miguel – Açores